top of page

O que mudou de 2019 para 2024 em Juína que até lixo estão sendo exportado para outro estado

Recebemos uma denúncia de que o aterro sanitário de Juína virou um “lixão”, com chorumes a céu aberto e toneladas de lixos sendo exportados para Vilhena em Rondônia. Claro, normalmente as exportações trazem recursos, mas nesse caso, leva recursos e mostra incompetência para tratar o próprio lixo, comentou alguns moradores.



Situação muito estranha, pois se procurarmos as noticias de Juína sobre aterro sanitário e tratamento de lixos, encontramos Município de Juína constrói nova célula no aterro sanitário | Juína News - A notícia certa, na hora certa (juinanews.com.br), uma noticia do final do ano de 2019, na matéria, o governo municipal da época já destacou que a administração municipal anterior teria descuidado da manutenção da “célula” para armazenamento do lixo, e, portanto, tiveram que construir uma nova “célula” para armazenamento do lixo recolhido em Juína.



O interessante é que na matéria diz que Juína tem o aterro sanitário, colocava o município em destaque, por ser um dos poucos no estado ter construído aterro sanitário e ter o projeto de “células” para o tratamento do lixo recolhido.



O outro ponto a ser destacado é que na época o governo municipal afirmou que era recolhido em torno de 38 toneladas de lixos diariamente em Juína, mas que mesmo assim, “a célula” que estava sendo entregue poderia atender a localidade por um tempo de 05 a 06 anos, inclusive, podendo ser ampliada, pois poderia ser expandido para os lados “a célula”.



Aliás, na mesma matéria, elenca o fato que o aterro sanitário, além da célula que poderia atender Juína por mais 05 a 06 anos, teria ou tem espaço para a construção de mais duas “células”, portanto, na matéria dizia que o aterro atenderia ou atende ao município por mais uns 30 anos.



Ora, então o que aconteceu de 2019 para agora 2024, se na verdade nem passou 05 anos, pois o aterro virou um lixão e estão exportando em torno de 24 a 28 toneladas de lixos todos os dias para Vilhena? Será que é mais barato levar essa quantidade de lixos todos os dias numa viagem de mais de 490 km entre ida e volta de veículo, do que ampliar a célula daquela época, ou mesmo ter fechado a “célula” daquela época, caso estivesse para encher e construído outra “célula”?



Claro, sempre vai haver alguma justificativa para justificar o injustificado, na realidade o governo municipal de Juína nem teve competência para dar andamento ao trabalho que estava sendo feito no aterro sanitário de Juína com “as células” para deposito de lixo, isso é o que fala alguns moradores de Juína.


Aliás, alguns moradores dizem que se fosse outros tempos, outro tipo de governo, estaria sendo massacrado por parte da população e até por órgãos de fiscalização, todavia, atualmente parece que está tudo bem, mesmo diante do absurdo que vem ocorrendo, destaca alguns moradores.


Por: Maurilio Trindade Aun

コメント


Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg
bottom of page