top of page

Único prefeito do Vale do Arinos que pode ir à reeleição vive ataques de fogo “amigo”

Dizem que é somente nos momentos difíceis da vida que cada pessoa pode conhecer os seus “verdadeiros amigos”, bem como, os oportunistas e aqueles que se fazem de amigos para se aproveitarem e usarem como escada para subir na vida, pior ainda é quando na “família” existe essas “raposas” esperando o momento certo para dar o bote.



Na política partidária, as agremiações partidárias de certa maneira são uma “família”, mas é também a onde se tem muitos oportunistas, a onde acontece as trairagem e os aproveitadores que se fazem mais presentes buscando sempre derrubar o “outro” para assumir o seu lugar, e isso fica mais evidente quando se aproxima os “jogos eleitorais”, aí começam a mostrarem as suas verdadeiras intenções, partindo para os ataques visando desestabilizar e assumir o lugar tão desejado, do “amigo”.


Em Porto dos Gaúchos, a atual administração há alguns meses começou a ser alvo de ataques por um vereador, aliás, um membro da “família do MDB” local, claro, depois de começar a atacar os membros da família partidária, natural que ele pedisse o afastamento, dizem que pediu a desfiliação da família do MDB, dizem que esse vereador vem subindo o tom nos ataques buscando ser cabeça de chapa para prefeito na localidade, obviamente, aplaudido e seguido pelos demais vereadores que já faziam e fazem oposição ao atual governo municipal, comenta alguns moradores.


Alguns moradores disseram que é ótimo que os vereadores nem sejam puxadinhos do poder executivo local em nem um município, mas então porque somente quando se aproxima o pleito eleitoral tem alguns vereadores (as) que começam a ver os defeitos, os erros, os maus serviços? Será que realmente são interesses numa melhora do município? Ou apenas interesse pessoal visando o pleito eleitoral que se aproxima? Questiona alguns moradores da localidade.


Na realidade, a atual administração de Porto dos Gaúchos tem realizado a maioria das propostas de campanha, e em outras frentes de trabalho, fez muito além do que se propôs a realizar na localidade, portanto, hoje a atual administração municipal sob a responsabilidade do atual prefeito tem uma excepcional aceitação por parte da população, tanto na cidade como também no interior onde realizou diversas obras, inclusive, a tão sonhada pavimentação, comentou um morador.


Esse “fogo amigo” que iniciou e vem sendo propagado nas sessões do poder legislativo, somente tem interesse eleitoral, o que já era esperado já que esse vereador, ao invés de mostrar as obras e serviços que ajudou, ou pode ser que nem ajudou a realizar nada de bom no município e por isso partiu para os ataques, inclusive, difamando outras pessoas para a população, comenta alguns moradores.


Na opinião de algumas pessoas, o vereador realiza um desserviço ao município, pois estaria demonstrando que nem é uma pessoa realmente devotada ao desenvolvimento do município, mas sim, que o poder lhe subiu à cabeça e que diante da situação, acredita que poderia chegar facilmente ao paço municipal, comenta alguns apoiadores do atual grupo que administração o governo municipal.


Se o governo municipal tem seus defeitos e falhas, ele também é culpado, pois ajudou eleger e esteve praticamente todo o mandato defendendo, mas agora que o pleito eleitoral se aproxima, estranhamente o vereador vira-a-casaca e se soma a oposição, se essa era a intenção, então porque nem começou agir assim no primeiro ano da atual administração, aliás, nem deveria ter buscado se eleger na mesma sigla e ser base da administração por praticamente todo o mandato, comentou um morador que pelo jeito defende o atual governo municipal.


Claro, parece que os ataques nem são somente as supostas falhas do governo municipal, mas inclusive, a pessoas da administração, obviamente, diante das afirmações de moradores e lideranças da localidade, procurarmos o prefeito para comentar sobre o assunto, entretanto, o prefeito afirmou que estava em viagem de trabalho em busca de benfeitorias para o município e que no momento nem tinha como falar sobre o assunto por whatsApp e que estava ocupado em agendas importantes na capital Cuiabá. Já o vice-prefeito ao ser abordado disse que não entende o comportamento do vereador que se elegeu na base e era situação, mas que prefere esperar para ver se os ataques pessoais continuarão.

 

Por: Maurilio Trindade Aun

Comments


Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg
bottom of page