top of page

Retirada do delegado buscado pelo prefeito que estava no alvo de investigação da resultado

O prefeito de Brasnorte, Édelo Ferrari fez questão de tornar público em veículo de comunicação local o seu movimento político junto ao governo do estado, junto ao secretário de segurança pública de Mato Grosso o seu pedido pela retirada do delegado do município, ou seja, uma localidade que estava há muitos anos sem delegado, acaba novamente sem delegado, principalmente porque o delegado que veio ousou querer investigar o prefeito e alguns dos seus asseclas.



Claro, como facilmente constatado, antes de começarem a buscar a retirada do delegado, parece que alguns procuraram denegrir a imagem do delegado, fazendo algumas denúncias junto a corregedoria da Polícia Civil, o que é louvável se tiverem provas de algum delito que por ventura tenha praticado o delegado no exercício da função.



Mas como as denúncias nem frearam possivelmente o delegado nas suas ações de investigação, inclusive envolvendo o prefeito, imagina, o prefeito Edelo Ferrari e seus asseclas partiram para o movimento político para a retirada do delegado, o que de uma maneira ou de outra, os corruptos, os bandidos e o possível crime organizado de Brasnorte obtiveram sucesso e hoje Brasnorte nem tem delegado.



Essa ação já começou a dar resultado, pois se precisar hoje ir a delegacia da Policia Civil, encontrará o local fechado e ninguém atende na localidade, claro que tem uma placa de orientação na frente do local informando que as pessoas podem fazer os registros de Boletim Online, mas na verdade, se ate atender no local, registrar um BO, ou mesmo fazer a representação de um B.O nem encontra ninguém, imagina então como anda os processos investigativos e o combate à corrupção e ao possível crime organizado em Brasnorte hoje.


Claro, o trabalho da Polícia Civil é bem distinto da Polícia Militar, pois a Polícia Civil é de fato a Polícia Judicial, que recebe todas as pessoas detidas ou presas no primeiro momento pela Polícia Ostensiva durante as rondas, ou mesmo outras demandas que exija a presença da Policia Militar e que resulte na necessidade de prender algum individuo, entretanto, parece que hoje com a falta de delegado, diante da situação que ocorreu para a retirada do delegado, a Polícia Civil parece ter dificuldade para cumprir o seu papel constitucional em Brasnorte.



Na outra ponta, se procurar o Pelotão da Polícia Militar em Brasnorte, encontrará efetivo ali presente, trabalhando e atendendo a população, bem como, viatura circulando pela cidade e fazendo o trabalho de policiamento ostensivo, todavia, devemos questionar como a Polícia Militar procede quando parece que a Delegacia da Polícia Civil na localidade tem falta de pessoal, e principalmente falta de delegado, o verdadeiro responsável legal do estado para dar andamento a uma investigação criminal e receber as pessoas detidas pelo trabalho realizado pela Polícia Militar?



Por: Maurilio Trindade Aun


Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg
bottom of page