top of page

Deputada diz que CPI da Câmara é bizarra e encaminhará denúncias sobre omissão e morte de criança

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) usou as suas redes sociais para parabenizar o Ministério Público por ter ingressado na Justiça para suspender o que chamou de ‘CPI Bizarra’, instalada pela Câmara Municipal de Cuiabá, para investigar a Intervenção do governo do Estado na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, autorizada pelo tribunal de Justiça em Janeiro deste ano.

Janaina aproveitou para revelar o recebimento de denúncia sobre a morte de uma criança por conta do fechamento da UTI pediátrica no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e afirmou que vai encaminhar toda a documentação que recebeu ainda nesta sexta-feira (03.03) ao Ministério Público Estadual e ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

“Vocês já pensaram uma CPI bizarra para não mostrar os rombos na saúde de Cuiabá? Isso é cortina de fumaça e eu só posso parabenizar o Ministério Público por agir para tentar impedir isso. Hoje mesmo eu recebi uma denúncia muito grave, muito séria, sobre uma criança que ficou a tarde toda na porta do HMC sem que tivesse atendimento. A UTI Pediátrica lá está vazia por falta de pagamento de médicos então não tinha médico lá para atender e essa criança veio a óbito por omissão de socorro. Tudo isso, graças ao desastre na gestão da saúde pública de Cuiabá, que tem como gestor principal o prefeito Emanuel Pinheiro. Esse é apenas um caso que chegou até mim, agora imagina quantas pessoas estão morrendo esperando a intervenção acontecer para que a gente posso ter noção do tamanho do problema e a começar a construir de fato uma saúde pública mais digna para toda população cuiabana e Mato-grossense”, disparou.

Na denúncia recebida pela deputada, o denunciante diz que várias tentativas de reuniões foram feitas com o diretor do HMC para reverter o fechamento da UTI Pediátrica, porém, nada foi feito. Os médicos, segundo consta da denúncia, estão sem receber desde outubro e deixaram de prestar o serviço para o hospital. Esta semana durante uma blitz da saúde no local com parlamentes da Câmara Federal, vereadores de Cuiabá e a equipe da deputada Janaina Riva, verificou o fechamento de 10 leitos de UTI pediátrica e falta de remédios na farmácia central.

“O diretor do HMC sabia de tudo isso que iria acontecer e nada fez, nos ignorou, finge demência até hoje, fechou os olhos para essa situação. O que mais me espanta é a cara de pau dele falar que é culpa da intervenção isso NÃO tem nada haver. A UTI pediátrica paramos o serviço quarta feira 04/01/23 às 13:00 horas. Não existia intervenção nenhuma. Intervenção aconteceu alguns dias depois que a UTI já estava fechada (SIC)”, consta do relato da denúncia recebida pela deputada.

Na visão da deputada, ao invés de fazer uma CPI para investigar a intervenção, a Câmara poderia investigar as mortes que estão acontecendo, pelo dinheiro da corrupção que está indo pelo ralo aqui em Cuiabá. "Isso sim é um absurdo. Isso é motivo de vergonha para gente enquanto político, ver que isso está acontecendo. Enquanto as pessoas estão fazendo politicagem e querendo fazer gracinha, nós temos pessoas morrendo esperando na fila. Ainda bem que temos um Tribunal de Justiça e um Ministério Público que funcionam no nosso estado. Nós queremos a intervenção sim e queremos saber para onde foi o dinheiro da saúde”, finalizou.

Assista o Vídeo

Por: Laura Petraglia | Assessoria de Comunicação

Komentarze


Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg
bottom of page