top of page

Artigo: A hora é agora

Para que o tempo não passe em vão, é fundamental que o agora se torne altar de compreensão e ação, pensamentos e sentimentos que influenciam e modificam a realidade desejada. Cabe a cada um fazer a sua parte. De aproveitar os segundos para viver de forma a desenvolver os hábitos prósperos da riqueza, não na limitação material, mas na conquista dos valores e virtudes que possibilitam uma existência plena.


No agora está a oportunidade de superação dos obstáculos, da ressignificância dos eventos, de transformar crises em oportunidades, de olhar de maneira compreensiva e esperançosa os empecilhos. De ter uma palavra amiga, um gesto de carinho a quem precisa até mesmo a permitir ser mais tolerante e generoso com as imperfeições alheias e de si próprio.


Não é na construção de muros ou de amor ao poder que se levará ao progresso geral, mas o contrário. É a quebra de paradigmas e de separatismo que aproximam os sentimentos e corações. O que permite conversas e diálogos produtivos para todos. É o poder do amor, amor-terapia que auxilia na movimentação dos recursos em prol das realizações que vão ultrapassar as fronteiras do tempo.

Por meio do agora temos as escolhas, os diferentes caminhos e opções. Cabe a cada um se conscientizar do seu papel e acender sua luz interior. De se aprimorar no presente para que no futuro não venha a faltar nada, em especial os entes queridos. No agora se planeja e executa. Felizes daqueles que amam e trabalham, estudam e ajudam com vistas às conquistas das glórias eternas.


Por: Paulo Hayashi Jr. - Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.


Comments


Guia Digital da Cidade_edited.jpg
Mandala%20do%20L%C3%ADrio_edited.jpg
bottom of page